fbpx

Só é amor se for incondicional – por Maria Teresa Mantelli

Não poderia estrear minha participação nesse espaço tão especial, se não fosse falando do meu tema preferido: amor.

Nos meus muitos anos de vida e estudos, reparo que todas as nossas questões giram em torno desse conceito, ora faltando, ora em excesso, mas, na maioria das vezes, sendo o amor muito, mais muito mal compreendido.

Recentemente, criei um curso para falar de amor e o primeiro obstáculo que temos é a língua portuguesa: temos uma escassez de vocabulário (baixa granularidade é o termo usado), o que faz com que uma palavra tenha muitas utilizações, nem sempre adequadas.

Isso acontece com o verbo amar, que empregamos para expressar nosso amor por alguém, o amor pelos amigos, pelo chocolate, pelo trabalho, e mais um monte de usos indistintos como se tudo fosse igual.

Na verdade, Amor com A maiúsculo, é algo raro e que, via de regra, não conseguimos sentir nem por nós mesmos. E é bem fácil detectar isso, é só responder a essa questão: você se ama, sem restrições, sem excluir nada?

Se tem aquela característica que  você detesta, seja na sua personalidade, nos seus hábitos, aquela parte do corpo que você nem olha, a sua menstruação que você tem nojo, não há amor de verdade, e sabe por quê?

O Amor não exclui nada, não faz diferenças, não julga nem impõe condições. É o “incondicional”, que desnecessariamente, acrescentamos ao amor.

Eu realmente acredito, vivo e propago a Medicina do Amor. Ela é capaz de curar, transformar e mudar o mundo. Não vejo outro caminho para nós enquanto indivíduos, sociedade e planeta.

Porém, temos um desafio inicial que é nos amarmos, pois é a qualidade desse primeiro relacionamento que determinará o destino de todas as nossas relações.

Precisamos amar a nossa humanidade com toda sua dualidade, luz e sombra, beleza e feiura, insanidade e lucidez, amar a nossa condição sagrada e profana.

Se cada um de nós restaurar o Amor interno e fizer a sua cura pessoal, estaremos então, mais aptos a juntos, criarmos a transformação que queremos e precisamos. Por nós e para aqueles que virão!

O Caminho do Auto Amor é libertador e eu te convido para vir comigo nos nossos próximos encontros. Posso te garantir: vale à pena, pois apesar de ser uma subida íngreme e difícil, lá do alto, a vista é linda!

Com Amor, até sempre!

 

Maria Teresa Mantelli

Terapeuta Integrativa, Mentora de Autoconhecimento, Escritora, Instrutora de Maha Lilah e Iniciadora Munay Ki

www.mariateresamantelli.com.br

Instagram: @mariateresamantelli

Gostou? Então clique abaixo e compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Para ler mais...

Aviso Sobre o Conselho de Tarot da Semana

Olá meus queridos, Desde que eu comecei a publicar o Conselho de Tarot da Semana, em Junho de 2019 – se não me falha a memória – muitas coisas mudaram na Internet. O Conselho é uma ferramenta poderosa de aconselhamento que tem trazido muito retorno para mim, tanto em satisfação quanto em divulgação do meu

Como Descobrir o Meu Caminho Na Vida?

Uma das primeiras coisas que eu quero deixar claro aqui nesse artigo é que o seu caminho na vida vai muito além da forma como você vai ganhar dinheiro e custear a sua sobrevivência. Essa é uma ideia equivocada e estreita. O seu caminho é a estrutura da sua vida. Muito além de ter uma

Ainda temos muito o que aprender com o Tarot…

Essa semana mesmo eu ensinei meus alunos de Tarot que mais do que usar as cartas para pedir conselhos e responder perguntas, podemos associar as situações de nossa vida com os Arcanos e nos fazermos algumas perguntas que podem nos ajudar a encontrar a Guiança interna que precisamos: – Qual Arcano eu posso associar a

Conheça Meu Trabalho: